Blog

Parabenos são prejudiciais?

Parabenos são prejudiciais?

Todos já nos deparamos com a frase "sem parabenos" em algum cosmético.

Qual é o problema dos parabenos?

 

Os parabenos são conservantes utilizados desde a década de 1920, sendo hoje um dos mais utilizados no mundo.

Está presente naturalmente em muitas plantas, como por exemplo nas azeitonas, uva e cenoura.

A grande polémica começou em 1998, quando um estudo descobriu que os parabenos provocavam atividade hormonal em ratos.

Em 2004 a Universidade de Reading, Reino Unido, publicou no Journal of Applied Toxicology, que os parabenos podem apresentar propriedades estrogénicas.

Os cientistas estudaram vinte casos diferentes de cancro de mama durante três anos e concluíram que havia concentrações de parabenos acumulados nos tecidos cancerigenoss dos seios.

Segundo o estudo, os parabenos são absorvidos pela pele e entram na corrente sanguínea, onde passam a agir como disruptores hormonais. Eles ligam-se aos receptores celulares dos estrógenos e induzem as células a agirem como se tivessem sido ativadas por estrogénios naturais (hormonas femininas).

 

Mas, porque é que a maioria das empresas utilizam parabenos nos seus produtos, mesmo sabendo o risco potencial dessas substâncias?

Porque os parabenos estão entre os conservantes de menor preço no mercado (são mais baratinhos!).

As grandes empresas de cosméticos, que visam o lucro, sem se preocupar muitas vezes com os impactos de uma produção desenfreada ao planeta e com a saúde dos seus consumidores, optam por conservantes de baixo preço como é o caso dos parabenos.

E os nossos produtos?

Os nossos produtos tem em sua composição pouca ou nenhuma água mas mesmo assim necessitam de conservantes. Utilizamos apenas conservantes  naturais de alta qualidade que garantem a integridade de toda a nossa linha.

Os nossos produtos são seguros, não nos baseamos em greenwashing ou mentiras.

 



×